Deus se arrepende ou não?

Gênesis 6.6: “Então, se arrependeu o SENHOR de ter feito o homem na terra, e isso lhe pesou no coração” Números 23:19: “Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará? Ou, tendo falado, não o cumprirá”?

Ao nos depararmos com os dois textos supracitados, ficamos com uma dúvida: Deus se arrepende, ou não? O texto de Gênesis 6.6 nos mostra que Deus se arrependeu. Já o texto de Números 23.19, diz que Deus não se arrepende. E agora, prezado leitor?

Esta questão é resolvida quando atentamos para o original. O verbo usado para o “arrependimento” de Deus é : נָּחֶם – Lenahêm, dando a idéia de “pesar o coração”. Já o verbo usado para o homem é שֻׁב – Lashúv, significa voltar, arrepender-se. É o equivalente a palavra grega no Novo Testamento metanóia (Mt 3.2) – mudança de mente, conversão, arrependimento. O arrependimento humano envolve fracasso moral, derrota e nos desvia do alvo. Deus é Todo-Poderoso, mas é flexível quando as circunstâncias humanas se aliam com a sua santidade  e propósito, como no caso do povo de Nínive (Jonas 3:10).

וַיַּרְא הָֽאֱלֹהִים אֶֽת־מַעֲשֵׂיהֶם כִּי־שָׁבוּ מִדַּרְכָּם הָרָעָה וַיִּנָּחֶם הָאֱלֹהִים

Para Deus é o verbo nahêm (pesar o coração) e não Lashúv (para o homem), que envolve arrependimento de fracasso moral. Deus é perfeito e nele não há pecado. Veja abaixo a diferença entre os verbos: nahêm (para Deus) e Lashúv para o homem.

וַיִּנָּחֶם יְהוָה כִּֽי־עָשָׂה אֶת־הָֽאָדָם בָּאָרֶץ וַיִּתְעַצֵּב אֶל־לִבֹּֽו׃ – nahêm (Gn 6.6)

וְגַם־עַתָּה נְאֻם־יְהוָה שֻׁבוּ עָדַי בְּכָל־לְבַבְכֶם וּבְצֹום וּבְבְכִי וּבְמִסְפֵּֽד׃ – shuv (Jl 2.12)

Nele, Pr Marcelo de Oliveira – Davar Elohim

Cadu
Siga-me

Cadu

Nossos dias são cheios de desafios que, se aproveitados, transformam-se em oportunidades relevantes para obtermos resultados. Tecnólogo, Jurista, Teólogo e SEO do Multiplicador de Conhecimento.
Cadu
Siga-me
  • Marcus

    Caros amigos, eu penso q a palavra arrepender-se como ação diz respeito a um ato de “por fim a um conflito”. O homem precisa arrepender-se para por fim ao conflito estabelecido com Deus, lá no conhecido jardim. A ação do arrependimento é uma questao de postura e decisão. Deus estabeleceu um limite para o homem “recém” criado, e esse, espontaneamente desobedeceu. É nesse momemto que se inicia o “afastamento” (o conflito), e para por fim a esse “conflito” é necessario que o homem se arrependa, por que se a ação do arrependimento for de Deus, a forma que Ele usa para solucinar esse empasse nos já sabemos. Assim, pensar em Deus arrependido, não é boa coisa para o homem.

0 Compart.
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
+1