Eleições 2010 “Governo do homem e o Governo de Deus”

Nestes dias que estamos vivenciando, questiono a respeito de alguns assuntos inerentes a vivência cristã, como Libânio bem escreve “À tentação de o poder na comunidade copiar os esquemas profanos da dominação, deixou uma marca profunda na fé cristã”.

Às instituições religiosas tendem a não acompanhar o desenvolvimento estabelecido com a economia, com a cultura e até mesmo como denomina os antropólogos a “vida em sociedade”, mas é evidente, as instituições não necessitam desenvolver-se neste sentido, pois o cristianismo está além das decisões ou doutrinas impostas por seguimentos que impedem o raciocínio e a descoberta de poder decidir.

Estou escrevendo tudo isso, para simplesmente dizer que independente de seu voto, o SENHORIO DE JESUS, é quem rege as regiões celestiais. Portanto, sejamos consciente em nossas decisões, como bem diz Rubens Alves “O destino da democracia se decide no momento da sua fundação. Se os lobos são eleitos para estabelecer as regras do jogo, será inútil que as ovelhas que os elegeram berrem depois ao serem transformadas em churrasco. Pois os lobos, que elas elegeram como seus representantes para fazer as leis, escreveram como lei: É direito dos lobos comer ovelhas. Não existe caso em que os lobos tenham, democraticamente, aberto mão dos direitos que eles mesmos estabeleceram. As ovelhas são as culpadas de sua desgraça. Foram elas que, pelo voto, deram poder aos lobos”.

Quero que voc6e reflita, e ao mesmo tempo, clame para que Jesus controle todo o tempo e espaço nesta geração que vivemos, pois só assim, alcançaremos êxito. A crise de identidade que se atrela a Igreja de hoje correlaciona com essas definições, pois, se trouxermos mensagens sobre apenas o domínio humano iremos gerar apenas consumidores de bênçãos, mas si gerarmos dependentes e discípulos do Senhorio de Jesus, geraremos discípulos comprometidos com o Reino de Deus e com a Igreja de Cristo.

A unidade humana que Jesus criou na Terra chama-se Igreja. Então qual é a visão de Jesus para a Sua Igreja?

(João 17:21) – Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.

Fiquem na Paz.

Cadu Rinaldi

Cadu
Siga-me

Cadu

Nossos dias são cheios de desafios que, se aproveitados, transformam-se em oportunidades relevantes para obtermos resultados. Tecnólogo, Jurista, Teólogo e SEO do Multiplicador de Conhecimento.
Cadu
Siga-me
0 Compart.
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
+1