Liderança: Quando a liderança pode se tornar uma tentação?

Para coda cem pessoas que podem lidar com a adversidade, há somente uma que pode lidar com a prosperidade (Thomas Carlyle).

O que parece mais fácil de administrar para você: o sucesso ou o fracasso? A maioria das pessoas não sabe lidar com o fato de ocupar um alto cargo. De fato, o sucesso destrói algumas pessoas.

A liderança vem acompanhada de três vantagens primordiais:

• Posição – Você pode chegar a estar mais alto.

• Poder – Você pode chegar a fazer mais.

• Privilégio – Você pode chegar a ter mais.

Cada uma dessas coisas é um benefício legítimo de liderança. O esforço e labor extraordinários que você tem levado para se converter em um líder lhe oferecem uma posição melhor, com mais poder e privilégios maiores.

No entanto, devemos considerar esses privilégios como "mão de ferro em luva de veludo". Se fizer mau uso deles, todos virão acompanhados de tentações suficientemente grandes para causar a sua queda como líder.

Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia![1]

Só precisamos olhar os títulos das noticias para ver como podem ser destruidoras as tentações relacionadas à liderança. Os conflitos de interesses e o mau uso dos privilégios têm causado problemas a muitas pessoas ao longo de toda historia, e continuam causando hoje. Lord Acton disse certa ocasião: "O poder corrompe, e o poder absoluto corrompe de maneira absoluta".

O bom de tudo isso é que, quando chega a tentação, Deus nos oferece um antídoto. O líder sábio estuda a tentação, reconhece-a e aplica o antídoto.

Quando chegamos a Neemias 5.14, vemos que Neemias fica doze anos no cargo de governador de Judá. Os que estiveram antes dele, diz o texto, fizeram mau uso do seu poder, privilégios e posições para favorecer as próprias ganâncias egoístas.

AS TRÊS TENTAÇÕES DA LIDERANÇA

1. Você será tentado a fazer mau uso da sua posição.

Mas os governantes anteriores, aqueles que me precederam, puseram um peso sobre o povo e tomavam dele quatrocentos e oitenta gramas de prata, alem de comida e vinho.[2]

Os predecessores de Neemias faziam exigências pouco realistas. Cobravam do povo impostos excessivos, aplicavam-lhes cargas injustas e não tinham compreensão nenhuma da situação deles. Aqueles homens haviam abusado da sua posição.

Talvez você tenha visto isso acontecer: alguém que você conhece no seu trabalho — alguém com quem você esteve almoçando e contando piadas ainda ontem — recebe uma promoção, e, de repente, se converte em um pequeno ditador. O poder o transforma. De repente, começa a tratar os outros com menosprezo. Começa a fazer exigências excessivas que desmoralizam as pessoas. O poder adquirido repentinamente pode fazer com que isso aconteça.

2. Você será tentado a abusar do seu poder.

Até os seus auxiliares oprimiam o povo.[3]

Aqueles pequenos ditadores haviam adotado o estilo de vida de líderes opressores. Eram uns autocratas. Até seus criados tinham se convertido em pequenos déspotas. Estavam fazendo uso incorreto do seu poder abertamente.

Há uma diferença entre ser chefe e ser líder. Aquelas pessoas haviam si do colocadas em cargos de liderança, mas depois fizeram mau uso dos seus cargos, abusando do poder. Ninguém gosta de trabalhar para um líder dominante; uma pessoa cujas palavras favoritas são: "Faça isso porque mandei fazer!".

Os tiranos exigem sem nunca explicar.

A liderança não é senhorio.

3. Você será tentado a tirar lucro dos seus privilégios.

Quando Neemias se refere ao "imposto que me correspondia como governador", nos da a entender que o governador tinha uma espécie de conta ilimitada para seus gastos. Sem duvida, a comida era oferecida ao que se encontrava naquele cargo como sinal de gratidão. Seus predecessores, porem, haviam feito mau uso daquele privilegio.

Geralmente, os líderes ganham mais, recebem mais benefícios adicionais e lhes c concedida mais liberdade em seu calendário de trabalho e em sua conta de gastos. A liderança tem seus privilégios, mas existe muita gente que não sabe lidar com isso.

Mas, por temer a Deus, não agi dessa maneira.[4]

Neemias era um líder fora do normal. Não era conformista, e não seguia os esquemas que se esperava que seguisse. O que o fazia tão diferente dos que o antecederam?

Além disso, desde o vigésimo ano do rei Artaxerxes, quando fui nomeado governador deles na terra de Judá, até o trigésimo segundo ano do seu reinado, durante doze anos, nem eu nem meus irmãos comemos a comida destinada ao governador.[5]

Vemos os seguintes dados acerca de Neeemias durante o período em que foi governador: nunca recebeu salário, nunca usou uma conta de gastos, negou-se a exigir impostos, negou-se a comprar terrenos para obter lucros, pagava seus empregados dos próprios recursos para fazerem trabalho publico, alimentava diariamente, com o próprio dinheiro, mais de cento e cinqüenta pessoas. Basicamente, Neemias esta dizendo: "Não tomei dinheiro nenhum, nem ganhei nada". Quantos políticos vêm a sua mente que rejeitariam voluntariamente a oportunidade de obter lucros materiais?

Qual era o segredo de Neemias? O que fez com que não abusasse do seu poder, do seu cargo e privilégios?

A MANEIRA DE MANTER SUA INTEGRIDADE COMO LÍDER

1. Torne mais profunda sua reverencia a Deus.

Neemias tinha mais interesse em agradar a Deus do que a si próprio. "Mas, por temer a Deus, não agi dessa maneira", ele disse. Que significa esse temor reverencial a Deus?

Em primeiro lugar, tenho esse temor a Deus quando percebo que foi ele quem me colocou na posição de liderança. Neemias não esqueceu que havia sido Deus quem o havia enviado a Jerusalém com a tarefa de reconstruir os muros.

Não é do oriente nem do ocidente nem do deserto que vem a exaltação. E Deus quem julga: Humilha a um, a outro exalta.[6]

Os grandes líderes percebem que são somente mordomos. Compreendem que o mundo não é deles, nem a igreja, nem o seu negocio; são apenas os gerentes, os mordomos, os encarregados das propriedades de Deus. As promoções vêm de Deus, e não das pessoas. Alguém disse: "Não precisamos conhecer os homens-chave, se conhecemos o homem que tem as chaves".

Em segundo lugar, tenho temor reverencial a Deus quando compreendo que ele vai me pedir contas. Neemias exortou os que estavam abusando de seus vizinhos, perguntando-lhes: "Não deveriam mostrar a devida reverencia a nosso Deus…?"

A Bíblia diz que "O temor do Senhor e o princípio da sabedoria".[7]

Uma das razões pelas que tantas pessoas pensam que podem se sair bem e continuar fazendo o que não devem e que não tem temor o de Deus. Pensam que podem brincar com fogo e se sair bem.

Obedeçam aos seus líderes e submetam-se a autoridade deles. Eles cuidam de vocês como quem deve prestar contas. Obedeçam-lhes, para que o trabalho deles seja uma alegria e não um peso, pois isso não seria proveitoso para vocês.[8]

Esse versículo me assusta. Não assusta você? Deveria! Deus vai me julgar, e também vai julgar você. Não existe autoridade dada por Deus que não venha acompanhada de responsabilidade. A Bíblia diz que os pastores e os líderes terão de prestar contas a Deus.

Meus irmãos, não sejam muitos de vocês mestres, pois vocês sabem que nós, os que ensinamos, seremos julgados com maior rigor.[9]

Isso e o que significa ter temor reverencial a Deus. Reverenciamo-lo quando dizemos: "Tu me colocaste aqui, e haverás de pedir contas do que eu venha a fazer com este privilegio". O líder deve guardar reverencia para com Deus, respeitando-o profundamente.

2. Desenvolva o amor pelas pessoas

Além do mais, cento e cinquenta homens, entre judeus do povo e seus oficiais, comiam a minha mesa, como também pessoas das nações vizinhas que vinham visitar-nos. Todos os dias eram preparados, a minha custa, um boi, seis das melhores ovelhas e aves, e a cada dez dias eu recebia uma grande remessa de vinhos de todo tipo. Apesar de tudo isso, jamais exigi a comida destinada ao governador, pois eram demasiadas as exigências que pesavam sobre o povo.[10]

Vê-se claramente que Neemias era um homem muito compassivo e preocupado com os demais. Estimava genuinamente as pessoas. Irou-se quando uns passaram a explorar os outros, e foi generoso com aquilo que lhe havia sido dado.

Os perdedores se concentram no que podem conseguir; os líderes, naquilo que podem dar.

E de coração integro Davi os pastoreou; com mãos experientes os conduziu.[11]

Este e um dos grandes versículos da minha vida. Uma paráfrase bíblica diz: "Pastoreou-os com generosa entrega". Peço a Deus que me permita pastorear com integridade e com habilidade. Ao estudar os líderes, tanto os bons quanto os maus, tenho pensado que os que abusavam constantemente do poder, não amavam o seu povo. Os que abusam do poder não tem temor reverencial a Deus, nem amam o seu povo.

Sentindo, assim, tanta afeição por vocês, decidimos dar-lhes não somente o evangelho de Deus, mas também a nossa própria vida, porque vocês se tomaram muito amados por nós.[12]

Se você ama de verdade as pessoas, não abusara delas nem se utilizara delas de forma errada.

Quando ouvi a reclamação e essas acusações, fiquei furioso.[13]

Quando você vê que ferem alguém a quem você ama, ou que abusam dele, você se aborrece? A ira de Neemias por causa das injustiças que havia presenciado e a evidencia do seu amor pelo povo.

3. Discipline-se para buscar as recompensas eternas

Lembra-te de mim, ó meu Deus, levando em conta tudo o que fiz por este povo.[14]

Por que Neemias não caiu nos mesmos abusos dos seus predecessores? Eu poderia sugerir que isso não aconteceu porque sua perspectiva era a eterna? Não estava olhando o presente, mas o futuro. Os líderes que estavam abusando do seu poder, dos seus cargos e dos seus privilégios, estavam explorando o povo. Seu único anseio era adquirir riquezas pessoais. Também podemos ver isso em nosso mundo de hoje. Os políticos passam a vida, explorando o povo. De vez em quando o admitem, mas somente quando são descobertos. Neemias diz: "Eu não tenho feito nada disso. Tenho me disciplinado".

Ao contrário, eu mesmo me dediquei ao trabalho neste muro. Todos os meus homens de confiança foram reunidos ali para o trabalho; e não compramos nenhum pedaço de terra.[15]

Os que antecederam Neemias haviam aproveitado os tempos difíceis para adquirir lucros pessoais. Estavam usando seu cargo e seus privilégios para assegurar sua posição. Neemias diz: "Eu não fiz isso". Pense: com os impostos a que tinha direito, poderia ter feito alguns negócios muito bons de boas fontes. Da mesma forma que os que haviam passado ali antes dele. Ele poderia ter dito: "Se me dão suas terras, lhes darei comida". Uma vez edificados os muros, o preço das terras havia subido imensamente, por causa do aumento da segurança. Neemias, no entanto, não fez isso. Ele tinha temor reverencial pelo Senhor. Amava o povo. Tinha os olhos postos numa recompensa futura.

Neemias disciplinou-se a ponto de limitar a própria liberdade. Quanto mais alto você chega na liderança, menos liberdade terá. Mais se exige dos líderes. Quanto maior e a sua posição de autoridade, mais se espera de você, mais restrições são colocadas, e, na realidade, possui menos liberdade. A liderança exige muito.

Não sou livre? Não sou apostolo? Não vi Jesus, nosso Senhor? Não são vocês resultado do meu trabalho no Senhor? Ainda que eu não seja apostolo para outros, certamente o sou para vocês! Pois vocês são o selo do meu apostolado no Senhor. Esta e minha defesa diante daqueles que me julgam. Não temos nós o direito de comer e beber? Não temos nós o direi­to de levar conosco uma esposa crente como fazem os outros apóstolos, os irmãos do Senhor e Pedro? Ou será que só eu e Barnabé" não temos direito de receber sustento sem trabalhar?[16]

Aqui rege o princípio de que o trabalhador e digno do seu salário. Se uma pessoa faz um trabalho para você, e justo que lhe pague.

De acordo com a lei judaica, quando um boi estava trilhando em círculos o grão para convertê-lo em farinha, não se permitia que lhe colocassem mordaça. Isso era considerado algo desumano. Era-lhe permitido que comesse do mesmo grão que estava trilhando. Paulo afirma:

Se entre vocês semeamos coisas espirituais, seria demais colhermos de vocês coisas materiais? Se outros têm direito de ser sustentados por vocês, não o temos nós ainda mais?[17]

Os que se dedicam integralmente ao Ministério têm o direito de que se lhes pague por essa dedicação total. Paulo diz a seguir:

Mas nós nunca usamos desse direito. Ao contrario, suportamos tudo para não colocar obstáculo algum ao evangelho de Cristo.[18]

Porque entendia o papel que lhe correspondia como líder, Paulo estava disposto a limitar sua liberdade.

Os perdedores concentram sua atenção em seus direitos; os líderes, em suas responsabilidades.

Os perdedores dizem: "Eu tenho meus direitos!". Entretanto, o líder reconhece: "Tenho minhas responsabilidades!". Por ser governador, Neemias tinha uma grande quantidade de direitos. Nesta passagem refere-se a eles em duas ocasiões: "nem eu nem meus irmãos comemos a comida destinada ao governador". Ao ser nomeado governador, Neemias convertera-se no homem mais importante daquelas terras. Era responsável apenas diante do rei Artaxerxes diretamente, e este estava a 1.300 quilômetros de distancia. Podemos dizer com tranqüilidade que Neemias não conheceu as frustrações associadas à micro gerência.

Durante doze anos, havia sido o homem mais importante do país, sem ter de responder a ninguém. Não obstante, Não abusou do poder. Tinha o poder necessário para resistir as três tentações, porque fazia estas três coisas:

• Tinha o temor reverencial pelo Senhor.

• Amava o povo.

• Disciplinava-se a si mesmo, para olhar para as recompensas da eternidade.

Era um homem decidido. Tal como diz em 5.16, Neemias dedicou-se a obra do Senhor. Não tinha tempo para os conflitos de interesse. Estava comprometido com o trabalho que Deus lhe havia encomendado. Sabia que precisava levantar uma muralha, e não um império pessoal. Enriquecer não era uma das suas prioridades.

Se Neemias tivesse permitido desviar-se pela busca de riquezas, tal como o haviam feito os governantes anteriores, você acredita que teria terminado os muros com tanta rapidez como o fez? Ele dizia: "Deus me encomendou um trabalho, e eu não vim aqui para fazer nenhuma outra coisa. Não vou desviar minhas energias para nenhuma outra parte".

Conheço pastores que se tem dedicado as vendas, como trabalho secundário. Não percebem quanto tempo lhes toma esse trabalho, e depois se perguntam por que sua igreja não esta crescendo. Seus interesses estão divididos. As pessoas não sabem se o pastor esta fazendo amizade com elas a fim de ganha-las para o Senhor, ou a fim de ganhar um novo cliente.

Neemias disciplinou-se em todos os aspectos. O que motivou Neemias a aceitar a responsabilidade pelos israelitas de Jerusalém, sem ter sobre si outra autoridade, alem da de Deus? Creio que era o mesmo anseio que havia motivado Moisés. A Palavra nos diz: "Moisés, já adulto, recusou ser chamado filho da filha do farão, preferindo ser maltratado com o povo de Deus a desfrutar os prazeres do pecado durante algum tempo".[19] Sejamos sinceros: o pecado e algo deleitoso. E divertido. Se não fosse, ninguém se sentiria tentado a pecar. Mas a Palavra fala de "efêmeros prazeres do pecado". Tanto Neemias quanto Moisés sabiam que e preciso pagar um preço por esses efêmeros prazeres do pecado. Como eles tinham os olhos fixos em uma recompensa futura, preferiram ser "maltratados com o povo de Deus" a desfrutar do pecado por um pouco de tempo.

Na historia do mundo, existem poucos personagens que tenham tido maior potencial para o poder, os privilégios e a posição, que Moisés. Era o segundo homem na corte de um farão sem herdeiros. Estava em linha direta para suceder o farão e converter-se em líder do Egito, a nação mais próspera do mundo naquele tempo. Como tinha os olhos postos em um prêmio eterno, deixou voluntariamente tudo aquilo para guiar um monte de escravos pelo deserto. Renunciou ao poder, a posição e aos privilégios; as mesmas coisas que nós passamos a vida tentando alcançar. Seus valores eram os corretos, porque assim era sua visão. Mantinha os olhos fixos na recompensa do future

O líder e tentado a utilizar sua liderança para obter vantagens pessoais. Você vai ser tentado. Para poder resistir, precisa se perguntar constantemente: "Por que estou fazendo o que estou fazendo?".

Deus não é injusto; ele não se esquecera do trabalho de vocês e do amor que demonstraram por ele, pois ajudaram os santos e continuam a ajudá-los.[20]

Pense em todos os que trabalham nos bastidores como voluntaries na sua igreja, ou na sua organização. Talvez nós não Vejamos o que eles fazem, mas Deus, sim, ele vê; e não esquece. Cada vez que alguém ajuda o povo de Deus, esta manifestando que ama a Deus. O trabalho feito para Deus com um coração puro onde há amor, será recompensado na eternidade. Essa motivação e legitima na liderança. O autor de Hebreus esta nos dizendo: "Como se acumulam tesouros no céu? Isso se faz, servindo aqui na terra. De o seu tempo, seu dinheiro, sua energia, tudo o que você tem, em nome do céu".

Os líderes eficazes se centralizam nas suas responsabilidades e se esquecem dos seus direitos. Eis aqui umas palavras clássicas de Pedro para os líderes das igrejas:

Portanto, apelo para os presbíteros que há entre vocês, e o faço na qualidade de presbítero como eles e testemunha dos sofrimentos de Cristo, como alguém que participara da gloria a ser revelada: pastoreiem o rebanho de Deus que esta aos seus cuidados. Olhem por ele, não por obrigação, mas de livre vontade, como Deus quer. Não façam isso por ganância, mas com o desejo de servir. Não ajam como dominadores dos que lhes foram confiados, mas como exemplos para o rebanho. Quando se manifestar o Supremo Pastor, vocês receberão a imperecível coroa da glória.[21]

O Novo Testamento utiliza três palavras diferentes para falar dos lideres, e todas aparecem nesta mesma passagem.

"Ancião", presbytes é a palavra grega de onde vem a palavra "presbiteriano"; a igreja presbiteriana chama os seus líderes de "anciãos". "Pastor", se explica por si mesma, e a segunda palavra; e a terceira, e "supervisor". Esta e a palavra grega de onde se deriva "episcopal", e significa "supervisor"; os líderes dessa igreja são chamados de "bispos".

Qual e a diferença entre um ancião, um pastor e um bispo? Nenhuma. A Bíblia usa três palavras distintas para referir-se as mesmas pessoas. Pedro usa aqui as três palavras para garantir chamar a atenção de todos os líderes. Ele quer que compreendam suas responsabilidades, que estão descritas nestas palavras. Aos anciãos, lhes diz que sejam pastores e funcionem como supervisores.

"Ancião" e um termo relacionado a maturidade espiritual. Não tem nada a ver com a idade (Timóteo, sendo jovem, era o ancião da igreja de Éfeso), mas, sim, com a maturidade espiritual. Aos anciãos, lhes diz que sejam pastores. O papel do pastor tem a ver com a parte da sua descrição de labores relacionada com o cuidado das pessoas: a ministração, o conselho e o cuidado pastoral. Os “supervisores" têm a ver com a função administrativa do líder na igreja. O líder supervisiona a administração, a orientação, a direção e a gerencia da igreja.

Pedro diz que a liderança da igreja começa com o reconhecimento de que esta e o rebanho de Deus. A igreja e de Deus. A nós só cabe a liderança, a administração de algo que pertence a ele. O mesmo acontece com o seu negócio, sua família ou sua organização. Os bons líderes guiam os outros com coração ardente. Não são líderes porque tem de ser, senão porque estão dispostos a ser. Estão mais preocupados com o que poderiam dar, do que com o que poderiam conseguir.

Uma coisa e a liderança e outra e o senhorio. O verdadeiro líder não é um ditador, mas um guia por meio do seu exemplo. Como conseqüência, "quando se manifestar o Supremo Pastor, vocês receberão a imperecível coroa da gloria".

Discipline-se para buscar as recompensas eternas. Não sei quanto a você, mas eu quero uma dessas coroas.

Deus não se agrada dos líderes que abusam da sua posição, poder e privilégios.

Quando Deus disse a Moisés que falasse a rocha, o que Moisés fez foi bater nela. Abusou do seu poder. Como conseqüência, Deus lhe disse: "Não entraras na terra prometida".

Davi abusou da sua posição de líder quando teve uma aventura com Bate-Seba. Pagou o preço quando Deus levou o primeiro filho dessa união.

Saul abusou da sua posição de líder ao fazer o que Deus havia dito que não fizesse. Perdeu o trono. Ao longo de todo o Antigo Testamento, lemos que, quando os reis judeus serviam ao Senhor, prosperavam. Quando começavam a abusar de sua posição, privilégios e poder, perdiam a liderança.

Você foi promovido alguma vez? Reconhece alguma dessas tentações? Como líder, será tentado a fazer uso indevido da sua posicão. Certa ocasião, houve um homem que foi embora da igreja porque queria ser presidente da assembléia… e nós não tínhamos nenhuma assembléia. Estava mais interessado num cargo, do que no Ministério. Queria ser peixe grande em lagoa pequena.

Você será tentado a abusar do seu poder. A liderança não é senhorio. Os líderes não são chamados para ser ditadores tiranos.

Jesus disse em sua Palavra que "o maior entre vocês devera ser servo"[22]

Você será tentado a aproveitar dos seus privilégios. Quando alguém recebe uma promoção, os demais confiam mais nele. Por exemplo, seus horários podem se tornar mais flexíveis. Pode-se usar esse privilegio para fazer uma boa quantidade de trabalho no dia, ou pode-se aproveitar para ir embora mais cedo quando chega o fim de semana. Talvez lhe seja confiada uma conta de gastos ou varias outras coisas das quais vai ter a tentação de abusar. Isso faz parte do que e ser líder.

Foi uma profunda reverencia pelo Senhor que impediu Neemias de abusar de sua autoridade.

Uma vez que conhecemos o temor ao Senhor, procuramos persuadir os homens. O que somos está manifesto diante de Deus, e esperamos que esteja manifesto também diante da consciência de vocês. Não estamos tentando novamente recomendar-nos a vocês, porem lhes estamos dando a oportunidade de exultarem em nós, para que tenham o que responder aos que se vangloriam das aparências e não do que esta no coração.[23]

O que Paulo esta dizendo é: "Eu vivo com transparência diante de vocês. Tudo esta a vista: o que vêem em mim e o que sou. E vivo desta forma, não para impressionar vocês, mas porque temo ao Senhor".

Temo o que o Senhor faria se eu abusasse da liderança da minha igreja. Esse e um temor santo; um temor que não existe em grande parte do mundo atual. £ uma reverencia diante de Deus que diz: "Deus me colocou aqui, trouxe-me a este posto e vai me pedir contas. Portanto, não posso abusar dessa situação em particular".

Gênesis 39 relata a historia de José, quando a mulher de Potifar lhe armou uma cilada e ele escapou dela. O que impediu que ele cedesse diante da tentação que ela lhe estava oferecendo gratuitamente? O temor de Deus que José tinha era maior que o amor aos próprios prazeres. Ele sabia que se ele se comportasse assim, entristeceria a Deus.

Obedeçam aos seus líderes e submetam-se a autoridade deles. Eles cuidam de vocês como quem deve prestar contas. Obedeçam-lhes, para que o trabalho deles seja uma alegria e não um peso, pois isso não seria proveitoso para vocês.[24]

Se não há responsabilidade, tampouco há autoridade. Aprofunde sua reverencia a Deus. Compreenda que e a ele que daremos conta. Os líderes são julgados de maneira mais restrita que os seus seguidores.

Por último, discipline-se para buscar as recompensas eternas. Tenha os olhos fixos no premio que Deus tem preparado.

O Senhor respondeu: "Muito bem, servo bom e fiel! você foi fiel no pouco, eu o porei sobre o muito. Venha e participe da alegria do seu senhor!"[25]

Esse e um dos versículos mais importantes da Bíblia. Quando eu chegar ao céu, e o que eu quero que o Senhor me diga. Você não quer? Minha principal motivação e que quero comparecer um dia diante de Deus e ouvi-lo dizer: "Fizeste bem, servo bom e fiel! Não foste perfeito, mas foste fiel. Fizeste o melhor que pudeste e isso era tudo o que eu queria de ti".

Deus não nos chama ao sucesso. Chama-nos a fidelidade. A conseqüência de uma liderança fiel e que ele nos encomenda tarefas maiores. Quando você chegar ao céu, terá responsabilidades ainda maiores. Você sabia que a forma como você viver sua liderança aqui na terra determinará seu potencial de liderança na eternidade? Isso e o que a Bíblia diz. Se você foi fiel nas coisas pequenas, vai ser fiel nas grandes. Compartilhe a felicidade de seu senhor. Deus deseja compartilhar a felicidade dele com você e comigo.

Quando encontrar líderes que estão abusando do poder, você pode estar seguro, em primeiro lugar, de que não tem reverencia pelo Senhor; em segundo, de que não amam as pessoas, e em terceiro, que estão vivendo para o momento e não para a eternidade.


Escrito por Rick Warren
 
(obs: abaixo as referências citadas no texto)

[1] 1Coríntios 10:12

[2] Neemias 5:15a

[3] Neemias 5:15b

[4] Neemias 5:15c

[5] Neemias 5:14

[6] Salmos 75.6,7

[7] Salmo 111:10

[8] Hebreus 13:17

[9] Tiago 3:1

[10] Neemias 5:17-18

[11] Salmos 78:72

[12] ITessalonicenses 2.8

[13] Neemias 5:6

[14] Neemias 5:19

[15] Neemias 5:16

[16] lCoríntios 9.1-6

[17] lCoríntios 9.11,12a

[18] lCoríntios 9.11,12b

[19] Hebreus 11:24,25

[20] Hebreus 6:10

[21] 1 Pedro 5:1-4

[22] Mateus 23:11

[23] 2 coríntios 5:11,12

[24] Hebreus 13.17

[25] Mateus 25:23

Cadu
Siga-me

Cadu

Nossos dias são cheios de desafios que, se aproveitados, transformam-se em oportunidades relevantes para obtermos resultados. Tecnólogo, Jurista, Teólogo e SEO do Multiplicador de Conhecimento.
Cadu
Siga-me
0 Compart.
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
+1