Primícias e a Parábola do Reino dos Céus.

semeador (Marcos 4:26) – E dizia: O reino de Deus é assim como se um homem lançasse semente à terra.

(Marcos 4:27) – E dormisse, e se levantasse de noite ou de dia, e a semente brotasse e crescesse, não sabendo ele como.

(Marcos 4:28) – Porque a terra por si mesma frutifica, primeiro a erva, depois a espiga, por último o grão cheio na espiga.

(Marcos 4:29) – E, quando já o fruto se mostra, mete-se-lhe logo a foice, porque está chegada a ceifa.

Devemos observar a semente, as primícias de cunho de labor, era as ceifas das colheitas das sementes que eram pantadas. A parábola está dizendo que estas sementes depois de um processo criado por Deus, elas começariam a brotar, a crescer. Interessante que o homem que a plantou, não entenderia este processo.

Vemos o sobrenatural de Deus. A parábola diz que o homem, lançando a semente, indo dormir, passados sias e noites, a semente entraria neste processo espiritual da criação de Deus. E ele, homem, não entenderia. O mais fantástico, é que a parábola dita por Jesus, inicia dizendo que o Reino dos Céus é semelhante esse homem. Ou seja, a semente que foi plantada, para ser colhida, é a reposta da pessoa que a plantou, podendo estar cheio do Reino dos céus ou não. Você têm plantado? Como você têm colhido ? Na mesma medida em que planta? Está plantando como o Reino dos Céus ?

Não estou falando de apenas questões materiais, estou falando de princípios de colheitas que cercam o nosso ser. Como questões sentimentais, espirituais, e econômicas. A prosperidade, a cultura e a boa formação acadêmica podem oferecer uma falsa e temporária sensação de auto-suficiência e segurança. Princípios do Reino dos Céus

(Romanos 14:17) – Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.

Clique aqui e leia na íntegra…

Cadu
Siga-me

Cadu

Nossos dias são cheios de desafios que, se aproveitados, transformam-se em oportunidades relevantes para obtermos resultados. Tecnólogo, Jurista, Teólogo e SEO do Multiplicador de Conhecimento.
Cadu
Siga-me