O sacerdócio do discipulado: Você pode exercer o sacerdócio real, e conquistar multidões.

O SACERDÓCIO DO DISCIPULADOVemos as primeiras citações do Evangelho de Mateus, são em grego e não há qualquer teólogo da atualidade que fique em dúvida de que o Evangelho, escrito no grego de sua forma atual, existisse na segunda parte do primeiro século; mesmo não levando o nome do autor, o Evangelho fornece pelo menos uma evidência interna que confirma sua autoria tradicional.

Nos outros três Evangelhos, este livro é anônimo. Entretanto, o nome do apóstolo Mateus se associa com ele desde o século segundo.


“E Jesus, passando adiante dali, viu assentado na alfândega um homem, chamado Mateus, e disse-lhe: Segue-me. E ele, levantando-se, o seguiu.” Mateus 9:9
“Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Lebeu, apelidado Tadeu;” Mateus 10:3

Essa afirmativa a respeito do autor, é de grande valia, para entendermos os fatos decorridos nessa dinâmica espiritual que iremos desvendar através deste e-book. E não há discussão majoritária na ciência teológica que o autor do livro de Mateus não seja outro se não o próprio seguidor de Jesus Cristo.

Sabemos que o propósito do autor deste Evangelho é apresentar em ordem a história do nascimento, ministério, paixão e ressurreição de Jesus Cristo, vemos através dos fatos que dispõe suas narrativas a redor de cinco grandes discursos do mestre Jesus: o sermão do monte; a chamada aos apóstolos; as maravilhosas parábolas; o ensinamento sobre a humildade e o perdão e a narrativa que faz sobre o fim dos tempos.

Mais aprofundaremos nossos estudos na identificação neste capítulo, de nossa identidade em relação ao reino de Deus.

Quando há identificação pessoal, o discipulado se torna algo natural, trazendo sobre nós um sacerdócio nato (sacerdócio = ofício de sacerdote, isto é, aquele que ministra os sacramentos diante do Senhor).

Existem inúmeras passas nas Escrituras Sagradas que nos remete a viver o sacerdócio que Cristo nos ensinou, o discipulado deve ser gerado com base neste sacerdócio. Como no texto do livro de Hebreus capítulos de 5 a 7, onde o autor nos leva a uma reflexão, nos mostrando que Deus nos escolhe como sacerdotes assim como fez com Cristo, e exercemos funções sacerdotais não apenas para os outros que pecam, mas para-nos mesmos que também somos fracos; hoje vivemos um sacerdócio santo, sem mácula segundo o sacerdócio de Mesquesedeque.

Para adquirir o E-book “O sacerdócio do discipualdo” clique abaixo
COMPRAR E-BOOK

Para receber as postagens e novidades se cadastre.

cadastre-se 100% seguro seu e-mail

Cadu
Siga-me

Cadu

Nossos dias são cheios de desafios que, se aproveitados, transformam-se em oportunidades relevantes para obtermos resultados. Tecnólogo, Jurista, Teólogo e SEO do Multiplicador de Conhecimento.
Cadu
Siga-me